Suíça: Genebra, Montreux e Bern

Suíça em novembro vale a pena?

Nossa viagem de novembro foi França (Paris, Chamonix e Annecy) e Suíça. Paris vale a pena em qualquer época do ano. Já a Suíça teria sido melhor se já fosse inverno ou se fosse verão, pois em meio de estação nem todas as atividades estão funcionando.

Saímos de Paris de trem para a Suíça, descemos em Genebra rapidamente, só para pegar o ônibus que leva à Chamonix (França). Era o caminho mais rápido seguindo nosso roteiro. Para isso, passamos na imigração 2 vezes: uma ao sair da estação de trem, e outra dentro do ônibus, ao cruzar a fronteira. Pedem tudo, perguntam tudo. Deixem os documentos a mão. 😉

Depois dos dias em Chamonix, voltamos para a Suíça. Ficamos hospedados em Genebra, no IBIS. É tudo bem caro na Suíça, desde a hospedagem até a comida mais simples, o cafezinho… Preparem o bolso!

Genebra

Genebra, conhecida no mundo todo como a Capital da Paz, é uma cidade linda, sede europeia da ONU e do Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Entre os pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer estão o Relógio Florido (na esquina do Jardin Anglais), a Catedral de Saint Pierre, o Muro dos Reformadores, o Jato d’Água, com 140 metros de altura, no Lago Léman (uma das maiores fontes do mundo. Há passeios de Annecy para Genebra pelo Lago), o maior banco de madeira do mundo (fica na La Promenade de la Treille e tem 180 ripas), e o Palácio das Nações (na Rua da Paz).

Uma coisa que você deve ficar atento: o horário de funcionamento das lojas, shoppings e mercados. Tudo fecha cedo nesta época do ano. Programe-se para comprar coisas até 18h, e para jantar até 20h! Aliás, restaurante barato é o que não existe por lá. Encontramos um gostoso e com preço mais justo, o Café de La Limite (rue des Charmilles 11Genebra 1203), mas não deixe de comer também pela cidade os pratos com queijo Raclette e os fondues, claro!

Genebra. Catedral de Saint Pierre. Acervo pessoal
Genebra. Catedral de Saint Pierre. Acervo pessoal
Genebra. Jato e Lago Léman. Acervo pessoal
Genebra. Jato e Lago Léman. Acervo pessoal
Genebra. Relógio Florido. Acervo pessoal
Genebra. Relógio Florido. Acervo pessoal
La Limite. Restaurante simples, comida boa e barata.
La Limite. Restaurante simples, comida boa e barata.

Bern

Bom, na Suíça, os lugares de que mais gostamos foram Bern, a capital, e Montreux. Bern é lindíssima, muitas influências alemãs, inclusive na culinária. Tem arquitetura medieval, e centro histórico na lista de Patrimônio da Humanidade da UNESCO. Entre os pontos turísticos que você deve visitar estão Parque dos Ursos, a Catedral, o Palácio Federal, a Casa de Einstein e a Torre do Relógio, que existe há centenas de anos, e de onde é possível ver a maravilhosa vista da cidade do topo (são 130 degraus). De hora em hora, as figuras medievais do Relógio aparecem ou fazem sons, se mexem… Todo mundo fica parado olhando, tentando adivinhar qual será! 

Seguindo o Relógio pela rua Marktgasse, você verá muitas fontes, lojas, galerias. Quase não se pode andar pelas ruas, pois passam os ônibus e bondes, e não é fácil andar com carrinho de bebês no que eles chamam de “calçadão”. Uma das fontes mais conhecidas está na rua Kramgasse e é a fonte Zähringerbrunnen, outro Patrimônio da Humanidade da UNESCO. A água dessas fontes é potável, então muita gente aproveita para encher as garrafinhas.

E se você é fã de Einstein, visite o apartamento em que ele morou entre 1903 a 1905, e onde desenvolveu a Teoria da Relatividade. Fica na rua Kramgasse. Pela cidade também é possível encontrar estátuas dele e bater uma foto! 😉

Bern. Caminhando por trás do Palácio Federal. Acervo pessoal
Bern. Caminhando por trás do Palácio Federal. Acervo pessoal
Einstein no Bear Park. Acervo pessoal
Einstein no Bear Park. Acervo pessoal
Parque dos Ursos (Bear Park) no canto esquerdo e Rio Aar. Acervo pessoal.
Parque dos Ursos (Bear Park) no canto esquerdo e Rio Aar. Acervo pessoal.
Uma das várias fontes na rua Kramgasse
Uma das várias fontes na rua Kramgasse
Cervejaria Altes Tramdepot. Acervo pessoal

Montreux

De Genebra fomos também a Montreux, cidade linda, às margens do Lago Genebra, com os Alpes ao fundo, e onde a banda Queen tinha estúdio. No Cassino onde ficava o estúdio há uma exposição permanente e gratuita sobre a banda. Aliás, como homenagem à banda há uma estátua de Freddie Mercury em frente ao Lago.

Ao redor do Lago está o calçadão, rodeado de muitas árvores, flores, estátuas… lindo demais! As construções também datam da Bella Époque, o que dá um ar ainda mais charmoso à cidade. Como fomos em novembro, pegamos o início do mercado de Natal, com suas decorações lindas e barraquinhas vendendo coisas deliciosas! Mas se você for em junho ou julho terá a oportunidade de assistir ao mais famoso festival de jazz, o Festival de Jazz de Montreux.

Montreux. Estátua de Freddie Mercury. Acervo pessoal
Montreux. Estátua de Freddie Mercury. Acervo pessoal
Montreux. Mercado de Natal em frente ao Lago. Acervo pessoal
Montreux. Mercado de Natal em frente ao Lago. Acervo pessoal
Montreux. Restaurante bonito em frente ao Lago. Acervo pessoal
Montreux. Restaurante bonito em frente ao Lago. Acervo pessoal
Montreux. Mercado de Natal em frente ao Lago. Acervo pessoal
Montreux. Mercado de Natal em frente ao Lago. Acervo pessoal
Pelas ruas de Montreux. Acervo pessoal
Pelas ruas de Montreux. Acervo pessoal

 

 

 

 

Leave a Reply

Receba nossas novidades por email

Não enviamos spam